PORTUGAL Human Resources Department
20-06-16 0 Hits

Número de pessoas a receber prestações de desemprego caiu em relação a Abril.

Taxa de desemprego em Abril situou-se nos 12%

O Estado português atribuiu perto de 233 mil prestações de desemprego em Maio, deixando sem estes apoios quase 377 mil desempregados. Os cálculos são da agência Lusa, que se baseia nos últimos dados oficiais disponíveis da Segurança Social.

Em Maio existiam 232.838 beneficiários de prestações de desemprego, menos 9331 pessoas do que em Abril e o equivalente a 38% do último número total de desempregados contabilizados pelo Instituto Nacional de Estatística (estimativas provisórias de Abril).

Os últimos dados divulgados pelo INE, relativos a Abril, contabilizavam um total de 609,8 mil desempregados, com a taxa de desemprego a situar-se nos 12% (inalterada face a Março).

Das prestações contabilizadas pela Segurança Social, 115.251 referem-se a mulheres e as restantes 117.587 dizem respeito a homens.

Os números da Segurança Social incluem o subsídio de desemprego, subsídio social de desemprego inicial, subsídio social de desemprego subsequente e prolongamento do subsídio social de desemprego, prestações que atingiram em Maio o valor médio de 449,14 euros, face aos 450,47 euros registados no mês anterior.

O número mais elevado de beneficiários de subsídio de desemprego foi atingido nos primeiros quatro meses de 2013, coincidindo com as taxas de desemprego mais elevadas de sempre registadas em Portugal.

>https://www.publico.pt/economia/noticia/seguranca-social-deixa-sem-prestacoes-de-desemprego-quase-377-mil-desempregados-1735704?frm=ult


Send Message


Ação

Pub