BRAZIL Human Resources Department
14-06-16 0 Hits

Uma mulher foi apanhada em flagrante a ministrar a vacina contra H1N1, em diversas pessoas, usando a mesma seringa. O crime ocorreu em Chapadão do Sul, no Brasil, e terá 25 vítimas deste procedimento, segundo conta a imprensa brasileira.


A mulher terá ministrado a vacina contra a a gripe H1N1 em diversas pessoas, sem mudar de seringa. A polícia encontrou outras seringas guardadas num armário pertencente à suspeita, o que também não representa um procedimento correto.


No mesmo armário as autoridades encontraram dinheiro, suspeitando-se que a funcionária faça atendimento ao domicílio de forma ilegal.

“O crime é praticado num momento em que a comunidade está vulnerável, com receio de contaminação pelo vírus”, escreve a imprensa brasileira.

A denúncia terá partido de uma vítima desta ex-funcionária. Essa vítima (que trabalha na área da saúde) notou algumas falhas nos procedimentos, como ausência de luvas, mau acondicionamento da vacina, falta de isolamento térmico, entre outros.

Depois de receber a vacina, a mulher deslocou-se à clínica onde aquela funcionária disse trabalhar. No entanto, descobriu que a suspeita tinha sido despedida na semana anterior.

Perante este cenário, decidiu apresentar uma queixa no Ministério Público Estadual, que por sua vez alertou a Polícia Civil.

A suspeita foi detida e responderá pelos crimes de falsificação, corrupção, adulteração e furto qualificado.

As autoridades aconselharam todas as pessoas que foram vacinadas em casa a procurar a polícia, no sentido de verificarem se estão na lista de vítimas.

Já foram detetadas 25 pessoas vacinadas pela ex-funcionária em condições que não cumprem os requisitos.

>http://ptjornal.com/mulher-apanhada-dar-vacinas-sem-mudar-seringa-86735


Send Message


Ação

Pub